Observador da Integração Regional

 

Durante os anos 2013-2016, O “Observador da Integração Regional” (RIO) irá acompanhar a cooperação e investigação ZEI-IAO com um boletim informativo. Irá informar sobre os acontecimentos atuais na organização do projeto e na integração regional na Europa e na zona Oeste Africana. O RIO é actualmente editado pelo ZEI Júnior Fellow, Ilva Ifland,  Rike Sohn e o Coordenador do Projeto do IAO-ZEI Ablam Benjamin Akoutou.

 

Letzte RIO Seite 1The second edition of the Regional Integration Observer (RIO) in 2016 is taking stock of the bi-regional project “Sustainable Regional Integration: The European Union and West Africa” between the West Africa Institute (WAI) and the Center for European Integration Studies (ZEI). Over the period 2012-2016, the project was funded by the German Federal Ministry of Education and Research (BMBF) and brought together scholars from West Africa and Europe to discuss and analyze determinants of regional integration in West Africa in the fields of politics, economics and institutional capacity development. The RIO summarizes the achievements of the project – e.g. the creation of a Master program in African Regional Integration (MARI) between the WAI and the University of Cabo Verde (UNI-CV), the scholarship component for young West African researchers or the establishment of the WAI Library. Furthermore the RIO gives an outlook on the recently founded African Regional Integration Studies Association (ARISA). This continent-wide association, gathers a community of academics and practitioners, with the objective to advance, capitalize and mutualize the knowledge and capacity of African regional integration.

 

RIO 2016 mini

A primeira edição do RIO é dedicada aos desafios migratórios actuais na África Ocidental. Além do debate eurocêntrico de costume, esta edição do RIO lança luz sobre o impacto dos movimentos migratórios sobre as economias e as sociedades africanas; também examina a relevância da cooperação EU-África- sobre a migração em África. Além disso, a edição analisa a implementação dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável em África e a posição da UE como actor global, bem como as realizações da União Africana, à luz do 'Ano de Empoderamento das Mulheres "em 2015. A última parte contém informações sobre o programa de Mestrado em Integração Regional Africana, que é o resultado de um projecto de cooperação conjunta entre a Universidade de Cabo Verde (UNI-CV) e o Instituto de África Ocidental (IAO), a ser organizada pela UNI-CV.

 

RIO image miniA terceira edição do Observador da Integração Regional (RIO) em 2015 é dedicada aos desafios políticos actuais na Europa e África Ocidental. Os artigos analisam as consequências da crise dos refugiados no processo de integração europeia, o papel da África nas negociações climáticas, as eleições na Costa do Marfim, Guiné-Conakry, Burkina Faso e a situação actual da Guiné-Bissau. As contribuições defendem uma europeização mais forte da política de migração, bem como a política externa e  segurança e chegam a fazer a uma avaliação ambivalente do papel da CEDEAO durante as crises constitucionais na Guiné-Bissau e Burkina Faso. Por último, recorde-se que, apesar das vozes oficiais aplaudindo para as eleições presidenciais na Costa do Marfim e Guiné, a organização democrática e transparente das eleições na África deve ser melhorado substancialmente

 

 

 

WAI ZEI RIO August 2015 S 1A segunda edição do Observador da Integração Regional (RIO) do ano 2015 lida com os desafios actuais em matéria de paz e segurança na África Ocidental. Os artigos estão voltados para o debate emocional sobre a relação dos diferentes grupos étnicos no processo de paz no Mali, o papel das mulheres na resolução de conflitos e o significado das artes como um paradigma de intervenção cultural nos processos de conflito e construção da paz na África moderna. Outra contribuição analiza os exitos e deficiências do processo de paz na Costa do Marfim desde 2011. Além disso, à luz dos acontecimentos atuais duas voses sobre a migração foram integradas no RIO. Os dois artigos analisam criticamente as deficiências do sistema político na Europa e na África .

 

 

WAI ZEI RIO Nr 1 2015 S1A primeira edição do Observador da Integração Regional (RIO) é dedicado aos desafios políticos em 2015. Em 2015, a África Ocidental enfrenta seis eleições presidenciais ou parlamentares. Um artigo no RIO analisa como os protestos no Burkina Faso, no final de 2014 pode influenciar estas eleições em países com os líderes contestados. Um segundo artigo analisa o papel do parlamento regional no sistema de integração regional da CEDEAO. O parlamento deve ser dotado de novos poderes conforme é aprovado pelos Chefes de Estado e de Governo em 2014. Como isso afetará a posição no sistema político regional? Além disso, as contribuições lidam com a situação actual no Mali e da implementação da união aduaneira na CEDEAO a partir de 2015 e seu efeito sobre a UE-CEDEAO EPA. A partir de uma perspectiva europeia, a nova Juncker Commission apresentou um programa de trabalho ambicioso para 2015. Em uma breve entrevista, os coordenadores de ZEI do projecto"Futuro da Europa" responde às questões mais urgente e informa sobre os principais desafios em 2015.

 

 

RIO Vol 2 N3 Bild S 1A terceira edição do Observador da Integração Regional (RIO) analisa os desenvolvimentos actuais na África Ocidental. O primeiro artigo analisa o papel das Energias Renováveis e Eficiência Energética no processo de integração Oeste Africano. A principal questão neste contexto é saber se as energias renováveis podem contribuir de forma eficaz para a solução de problemas de energia do Oeste Africano e para a mitigação dos efeitos das mudanças climáticas. O artigo analisa a questão da epidemia de Ébola e suas consequências para a liberdade de circulação na sub-região, na história da União Económica e Monetária do Oeste Africano (UEMOA) 20 anos após a sua criação e, o desafio de aumentar a pirataria no Golfo da Guiné. Por fim, a última contribuição é uma avaliação da política de África da administração Obama, no contexto dos quais, especialmente o lado Africano esperava por uma mudança e por um envolvimento cada vez maior.

RIO vol2no2 2014Bild Seite 01A segunda edição do Observador da Integração Regional (RIO), em 2014, dedica-se a uma ampla gama de temas, no âmbito dos processos de integração regional na África e Europa. Para além de um relatório da 5ª Reunião do Grupo de Estudos no âmbito do projecto de cooperação IAO-ZEI, outro artigo analisa os resultados das eleições para o Parlamento Europeu e as suas consequências sobre a distribuição dos cargos. O observador avalia a selecção do pessoal de alto nível europeu em termos de legitimidade democrática.. Além disso, as contribuições analisam os desafios do presidente do Gana John Mahama em sua nova posição como Presidente da CEDEAO , tendo em conta os tempo de crise e o papel da CEDEAO na luta contra a Boko Haram e outras formas de terrorismo na sub-região. Por fim , em uma perspectiva comparativa, um autor de Moçambique analisa os problemas de implementação do Protocolo da SADC sobre o Comércio de Serviços, como parte da Área de Livre Comércio na África Austral.

 

RIO 2014 1A Primeira edição do Observador da Integração Regional, em 2014, analisa o futuro das Relações Africa-UE. Primeiramente, faz-se uma retrospectiva do 4º Encontro do Grupo de Estudos no âmbito da Investigação de Cooperação IAO-ZEI, que teve lugar no final de Março, em Avignon, França. Ainda analisa-se de forma mais detalhada os resultados da Cimeira UE-África ocorrida em Bruxelas em Abril, como negociações Sobre o Acordo de Parceria Económica (APE) entre a UE e África Ocidental. Os Efeitos de um possível Acordo de Livre Comércio Transatlântico com os países terceiros em África e Os Mais Recentes Desenvolvimentos da Política Alemanha/ África. Finalmente, Uma Outra Contribuição Avalia criticamente a Relevância das reformas institucionais da CEDEAOpara o andamento do processo de integração Oeste Africano. Portanto, nesta edição do RIO fornece uma visão geral das tendências atuais nas relações entre os continentes vizinhos.

RIO Vol3 2013A terceira edição do "Observadores de Integração Regional" (RIO) Forneceu uma visão geral sobre as estruturas e resultados da cooperação de pesquisa entre ZEI e o Instituto de África Ocidental (IAO). O projecto de cooperação é patrocinado pelo Ministério Alemão de Educação e Pesquisa (BMBF). Neste contexto, artigos divulgam itens sobre a conferencia a meio percurso IAO-ZEI, que aconteceu em Outubro de 2013 na Cidade da Praia, Cabo Verde, sobre a criação da biblioteca do IAO e sobre o componente de monitoramento do projecto. Além disso, o RIO introduziu uma equipa de coordenação do projecto na Praia e Bonn e deu uma visão sobre o futuro das relações UE-África.

 

ZEI RIO-Vol-1-No-2.-Sept-2013 gComo a África Ocidental está a celebrar este ano, o 20 º aniversário da adopção do Tratado Revisto da CEDEAO, 20 anos da União Económica e Monetária Oeste Africana (UEMOA) em 2014 e os 40 anos da CEDEAO em 2015, a segunda edição do “Observador da Integração Regional” (RIO) de 2013, tem por objectivo fazer o balanço do processo de integração regional até o momento. A edição reúne vozes de académicos da Africa Ocidental e da Europa e de funcionários de alto escalão da Comissão da CEDEAO e da Comissão Europeia. Os Artigos relatam as conquistas, problemas e desafios do processo de integração regional na Africa Ocidental na perspectiva da política jurídica, económica e de segurança. Uma outra contribuição, analisa as múltiplas dimensões das relações entre África Ocidental e Europa e procura possíveis variáveis para explicar processos políticos bi- regionais. As vozes institucionais são dedicadas à história de integração regional na África Ocidental no âmbito da CEDEAO, bem como o futuro do apoio da UE à integração regional na África Ocidental. O “Observador da Integração Regional” irá fechar com uma entrevista a Christophe Joseph Marie Dabire, Comissário da UEMOA para o Mercado Regional, comércio, competição e cooperação, onde é questionado sobre a relação e interacção entre UEMOA e da CEDEAO, as duas organizações mais importantes da integração regional na Africa Ocidental.

vol1no1 2013-page-001A primeira edição de "Observador da Integração Regional", no contexto da cooperação na área de investigação entre ZEI e o Instituto da África Ocidental (IAO), de 2012 a 2016, apresenta os resultados da primeira reunião de grupos de estudo que teve lugar, dentro do quadro do projeto, em Outubro de 2012 na Cidade da Praia, Cabo Verde. Nesta ocasião, os investigadores europeus e oeste africanos se reuniram para discutir os problemas económicos e políticos no processo de integração na África Ocidental. Outros artigos tratarão tanto da política da UE como na África Ocidental a partir de uma perspetiva de política de segurança, incluindo a missão no Mali, como as consequências da crise da dívida soberana sobre a integração europeia e como o papel de Cabo Verde no processo de integração regional na África Ocidental. Em entrevista ao RIO, o Presidente do Conselho de Administração de IAO e ex-Ministro dos Negócios Estrangeiros de Cabo Verde, Engº José Brito, fez um esboço dos desafios de integração regional na África Ocidental nos próximos anos e explica o papel do IAO neste contexto.

 

Copyright © 2012 WAI - West Africa Institute. All Rights Reserved - Designed and developed by: NOSi.